segunda-feira, 19 de maio de 2008

O "bicho" das 7 colinas afinal não morde

Uma reportagem muito interessante.



http://100diasdebicicletaemlisboa.blogspot.com/

Apenas me pergunto uma coisa... porque razão na minha pequena cidade tanta gente se desloca para todo o lado de carro, sem razão aparente. Moda? Status social? Em tão pouco espaço aqui há carros a mais, empacotados, em viagem lenta. Até horas de ponta temos! É o progresso!!!

7 comentários:

Darash disse...

Assim é o progresso. Antigamente, quando ainda era fixe morar numa aldeia, as gentes para se deslocarem à cidade iam a pé, ou quando juntavam uns trocos, iam todos no velhinho autocarro (o chamado transporte publico hoje em dia), os mais afortunados iam em montada própria (animal ou fruto do engenho humano)... Nos dias que correm, até para ir levar o lixo (lixo, não!!! Lixo era coisas de antigamente, com a dita reciclagem agora temos os resíduos), as pessoas vão no seu carrinho... É o chamado progresso, ou será comodismo? ;)

Cephas disse...

Esquecendo a estupidez do politicamente correcto, sim, é comodismo. :)

miguel disse...

Parabéns pela iniciativa! Chaves é mesmo uma das cidades portuguesas onde eu acho que a bicicleta poderia ter um papel fortíssimo!
Vai já arrancar este mês? A que horas, onde? (para eu fazer publicidade.. e espero um dia participar)

Cephas disse...

Boas Miguel. Estas coisas surgem do vicio da pedalada. ;) Vamos tentar juntar o primeiro grupinho de pedalantes já na ultima sexta feira deste mês, ou seja, depois de amanha, 18:00, no largo General Silveira. :)

Obrigado pelo comentário.

miguel disse...

"nas freiras" para os amigos ;)
já fiz publicidade aqui!
espero que ajude.

carneiro disse...

Não caiam, por favor, no erro estratégico de afirmar como "muito fácil" o uso diário da bicicleta.

A bicicleta envolve um compromisso com a saúde e com a força física.

Cá por Lisboa, anda muita gente a dizer que é tão fácil que não custa nada. Depois a malta experimenta e percebe que não é assim tão fácil e...desiste.

Em Agosto de 2007 pernoitei em Chaves vindo de Bragança- Valpaços e dirigindo-me para Vila Real-Régua. E as estradas da vossa maravilhosa região são tudo menos fáceis. E muitos cães à solta - que é outro problema dos ciclistas.

Boa sorte para o projecto. Se calhar no próximo Agosto vou passar em Chaves outra vez. Para divulgar a bicicleta e, sobretudo pelo gozo de andar de bicicleta.

Cephas disse...

Obrigado pelas palavras carneiro. Nunca digo a ninguém que é facil, a mim custa-me enfrentar algumas coisas na estrada. Mas uma coisa eu sei, tudo o que vale a pena nesta vida, exige algum tipo de esforço. :)